terça-feira, 12 de julho de 2016

PERFEITO DEFEITO


PERFEITO DEFEITO

Não fiques triste por um defeito
Que afinal até possas ter.
Tu sabes que ninguém é perfeito
E imperfeito é o nosso modo de ver.

Não te escondas de ninguém,
Nunca sintas que és diferente.
Tu és afinal importante para alguém,
Que nunca te vê de forma indiferente.

Não tenhas medo dos espelhos,
Nem das imagens que eles te dão.
A imagem mais forte não é a dos olhos
É do perfeito defeito que vêm do nosso coração


João Barreiros
in “Perdidamente – Antologia Poetas Lusófonos Contemporâneos”

lido por Carlos Gomes

Sem comentários:

Enviar um comentário