quinta-feira, 20 de novembro de 2014

O PASSAPORTE



O PASSAPORTE

as letras que escrevo no papel
para compor um poema!
E depois rio-me muito
porque uma letra só não chega
são muitas letras, talvez 3 mil
no mínimo para carpinteiras
um poema dos mais simples

O passaporte é a identidade
de inicio da cada poema
e o poema é amor
e então o passaporte é a
pessoa amada

o que nos leva no comboio
no avião, na corrida a pé,
é a letra primeira de verso

Fernando Morais

Sem comentários:

Enviar um comentário